terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Tecido adiposo - função e classificação

Artigo sobre tecido adiposo - classificação e funções com questões de vestibulares

Este texto enfocará um tipo de tecido conjuntivo especial: o tecido adiposo, que é responsável pelo armazenamento de gordura, em células diferenciadas denominadas adiposas ou, simplesmente, adipócitos. Essas podem ter um ou diversos vacúolos de gordura (tecido adiposo unilocular e tecido adiposo multilocular, respectivamente). 

Esse tipo de tecido está presente sob a pele e tende a se acumular, em nossa espécie, na região da barriga. Pode estar também localizado em órgãos como rins, coração e no fígado, protegendo-os contra traumatismos e choques mecânicos. 

Os adipócitos são importantes como reservas de energia em situações extremas, como em jejuns prolongados, onde a disponibilidade de glicose está reduzida. Além disso, funcionam como isolante térmico em mamíferos, protegendo-os do frio. Tipos especializados de tecido adiposo multilocular permitem, ainda, a ocorrência da hibernação em alguns animais, como morcegos e roedores. 

Outra função desse tecido especializado e que poucos se referem a ela é a produção de hormônios, como a leptina. Essa, em altas concentrações, envia mensagens ao cérebro, estimulando a redução do apetite. Muitas vezes os problemas de obesidade estão relacionados à intolerância a essas mensagens ou deficiência em sua secreção. Há, ainda, a interleucina 6, que atua como mediadora de processos inflamatórios. Adinopectina, angiotensinogênio, proteína estimuladora de ascilação, inibidor de ativador de plasminogênio I, resistina e fator de necrose tumoral são outras adipocinas. 

A classificação desses tecidos é feita tendo como critérios a pigmentação da gordura armazenada e a forma de organização:

Tecido adiposo branco (ou unilocular)

Suas células apresentam forma de esfera, tendo em seu interior uma grande quantidade de lipídios, em uma "gota", tanto que o núcleo achatado e o citoplasma são deslocados do centro. A quantidade de substâncias fundamentais é menor que em outros tecidos.

Esse tecido é bastante irrigado por vasos sanguíneos. Em torno das células está uma vasta rede de fibras reticulares, que dão sustentação à massa gordurosa.

O nome vem da coloração, que está entre o branco e amarelo escuro, dependendo da alimentação do indivíduo. É tecido que forma o Panículo Adiposo, que fica sob a pele, absorvendo impactos e funcionando como isolante térmico.
Células do tecido conjuntivo podem se diferenciar para formar esse tecido.

Tecido adiposo pardo (ou multilocular)

As células desse tecido são menores que as do unilocular, pois ao invés de uma grande "gota" de gordura, é constituída por diversas gotículas (vacúolos), que se espalham por todo o citoplasma. São ricas em mitocôndrias, organelas que produzem energia e calor. Os animais hibernantes têm bastante desse tipo de tecido, pois o calor produzido irá manter a temperatura do corpo em períodos longos de frio. Nesses animais, durante a hibernação, o sangue que fica na rede de vasos sanguíneos dentro desses tecidos se aquece, sendo "bombeado" para outras partes do corpo na hora do despertar para o verão, fazendo o organismo voltar a funcionar completamente.

Nos seres humanos, esse tecido é mais importante nos recém-nascidos, para protegê-los do frio. É um tecido que só é formado enquanto o bebê está no ventre, não sendo mais produzido na vida pós-natal.

Questões de vestibulares sobre Tecido adiposo

1) (CFT-MG) As células adiposas pertencem ao tecido

a) ósseo.
b) nervoso.
c) muscular.
d) conjuntivo.

2) (UEL) "No alvorecer da humanidade, e durante muito tempo da nossa história, as refeições foram literalmente um vale tudo. Pelo fato dos seres humanos terem evoluído num mundo onde a disponibilidade de alimentos era apenas intermitente, a sobrevivência exigiu que tivéssemos a capacidade de armazenar energia para épocas de escassez. O tecido adiposo, familiarmente conhecido como gordura, é o órgão especializado para essa tarefa. Nossa capacidade de armazenar gordura continua essencial à vida e pode permitir que uma pessoa sobreviva à fome por meses. Na história humana recente, contudo, a quantidade de energia acumulada como gordura está aumentando em muitas populações. Obesidade é o nome que damos quando o armazenamento de gordura se aproxima de um nível que compromete a saúde de uma pessoa."
("SCIENTIFIC American". Especial: Alimentos, saúde e nutrição. Out. 2007. p. 46.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, analise as afirmativas a seguir:

I. Restringir as gorduras insaturadas - encontradas, por exemplo, na carne bovina, nos embutidos, na margarina, assim como nas gorduras de laticínios - diminuem o risco de doença cardíaca coronariana.
II. O glicogênio é uma forma importante de armazenamento de energia, o que se justifica por dois motivos básicos: ele pode fornecer combustível para o metabolismo de carboidrato muito rapidamente, enquanto a mobilização de gordura é lenta; e, talvez o mais importante, o glicogênio pode prover energia sob condições anóxicas.
III. A totalidade de depósitos de gordura em adipócitos é capaz de extensa variação, conseqüentemente, permitindo mudanças de necessidades do crescimento, reprodução e envelhecimento, assim como flutuações nas circunstâncias ambientais e fisiológicas, tais como a disponibilidade de alimentos e a necessidade do exercício físico.
IV. O tecido adiposo aumenta: pelo aumento do tamanho das células já presentes quando o lipídeo é adicionado, fenômeno este conhecido como hiperplasia; ou pelo aumento do número de células, fenômeno conhecido como hipertrofia.

Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas.

a) I e III.
b) II e III.
c) III e IV.
d) I, II e IV.
e) I, III e IV.

3) (UFV) A obesidade já se transformou num problema de saúde pública em vários países do mundo. As células que acumulam gordura no corpo chamam-se células adiposas ou adipócitos. Quanto às características dos adipócitos em adultos, é INCORRETO afirmar que:

a) aumentam em número com a alimentação excessiva.
b) são capazes de converter carboidratos em gordura.
c) fazem parte de um tecido ricamente vascularizado.
d) têm função de armazenar energia química para o organismo.
e) são um tipo de célula do tecido conjuntivo frouxo.

4) (UFRS) Considere as afirmações abaixo sobre o tecido conjuntivo adiposo em seres humanos.

I - Ele é originado a partir de células do ectoderma do embrião.
II - Um súbito emagrecimento provoca a redução do número de adipócitos no corpo.
III - Crianças recém-nascidas são protegidas do frio pela presença de um tecido adiposo multilocular, rico em mitocôndrias.

Quais estão corretas?

a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e II.
e) Apenas II e III.

5) (UFPEL) "Até recentemente acreditava-se que o tecido adiposo tinha apenas a função de armazenar lipídios, servindo como uma reserva energética. No entanto, novas pesquisas vêm mudando essa ideia, ao revelar que os adipócitos têm importante participação nos mecanismos que regulam a concentração de glicose no sangue. Essa atuação recém descoberta do tecido adiposo também está relacionada ao diabetes melito tipo 2. Os novos estudos revelaram que os adipócitos produzem e liberam no sangue dezenas de diferentes fragmentos de proteínas que agem como hormônios ou agentes inflamatórios (citocinas) e regulam a ação da insulina nos outros tecidos. Quando a captação de glicose pelo adipócito é impedida, por exemplo, ocorre resistência à insulina no tecido muscular. Já o maior uso de glicose no tecido adiposo leva a um aumento significativo da sensibilidade à insulina e da tolerância à glicose no tecido muscular. Os estudos comprovam, portanto, a associação entre obesidade e diabetes.
("Ciência Hoje", v. 40, junho de 2007. [Adapt.].)

Com base no texto e em seus conhecimentos, é correto afirmar que

a) alterações nas funções de liberação de insulina pelos adipócitos interferem na absorção da glicose pelas células, podendo promover o desenvolvimento de diabetes tipo 2. Essa doença se caracteriza pela redução do número de células beta do pâncreas, o que diminui a capacidade desse órgão de produzir insulina e leva a um aumento da concentração de glicose no sangue.
b) a obesidade está fortemente associada à incidência de diabetes melito tipo 2, uma vez que o excesso de gordura leva a uma disfunção do tecido adiposo, promovendo resistência à ação da insulina e, conseqüentemente, ao desenvolvimento de diabetes tipo 2. Essa doença se caracteriza pela redução do número de células produtoras de insulina do pâncreas.
c) alterações nas funções de liberação de insulina pelos adipócitos interferem na absorção da glicose pelas células, podendo promover o desenvolvimento de diabetes tipo 2. Essa doença se caracteriza pela redução do número de receptores de insulina nas membranas das células musculares e adiposas, diminuindo sua capacidade de absorver a glicose do sangue.
d) a absorção de glicose pelo pâncreas fica comprometida em pessoas obesas, pois a disfunção do tecido adiposo promove um descontrole no metabolismo da glicose, bem como uma diminuição na produção de hormônios que regulam a ação da insulina. Esse comprometimento na ação da insulina promove um aumento na concentração de glicose no sangue, o que caracteriza a diabete tipo 2.
e) alterações nas funções de captação de glicose pelas células de gordura interferem na ação da insulina, podendo promover o desenvolvimento de diabetes tipo 2. Essa doença se caracteriza pela redução do número de receptores de insulina nas membranas das células musculares e adiposas, diminuindo sua capacidade de absorver a glicose do sangue.

6) . (UFPel Verão 2008 - UNIPAMPA 2008 - Processos Seletivos) A pele é um órgão muito importante para a homeostasia do corpo humano. 
Ela protege contra agentes mecânicos, químicos e biológicos, além de evitar a perda excessiva de água e fazer o controle da temperatura corporal. 

Baseado no texto e em seus conhecimentos, é INCORRETO afirmar que 

(a) o suor é formado por água e outras substâncias, como os sais. Ele é produzido pelas glândulas sudoríparas presentes na pele, que são exemplos de glândulas exócrinas. 
(b) a epiderme é formada por um epitélio estratificado, e a camada mais superficial é formada por células repletas de queratina e, normalmente esse epitélio descama. 
(c) a derme é formada predominantemente por tecido conjuntivo; esse tecido é vascularizado e responsável pela nutrição do tecido epitelial que é avascular. 
(d) a pele possui células mecanorreceptoras, que estão associadas a terminações nervosas e conduzem o estímulo mecânico ao sistema nervoso. 
(e) o tecido adiposo é encontrado na região mais profunda da derme. Ele produz gordura (sebo), que é liberada diretamente para a epiderme, fazendo a sua lubrificação. 

7)  (UFG)             Leia o trecho de reportagem a seguir.

                             OS RISCOS DA LIPOASPIRAÇÃO

Já existe até consórcio para fazer plástica. Mas casos recentes lembram que toda cirurgia pode trazer perigo. Recentemente foi noticiada a morte de uma paciente após intervenção cirúrgica para retirada de umas gordurinhas do abdome e das costas.

Disponível em: <http://revistaepoca.globo.com/revista/Epoca/0&gt;. Acesso em: 3 mar. 2010. (Adaptado).

Quando se realiza uma cirurgia como a mencionada no texto, retira-se do organismo do paciente, principalmente, células do tecido:

a) Muscular.
b) Epitelial.
c) Hematopoiético.
d) Adiposo.
e) Cartilaginoso.

8) As células do tecido adiposo (adipócitos) são ricas em lipídios (gorduras), o que é muito importante para o nosso organismo, para: 
 
(A) Proteção contra o frio e obtenção de energia 
(B) Sustentação e locomoção 
(C) Proteção contra o frio e sustentação 
(D) Defesa do organismo e transporte de gases 
(E) Respiração e digestão 

9) (UEMS) Tecido de ampla distribuição subcutânea, exercendo funções de reservas de energia, proteção contra choques mecânicos e isolamento térmico.

a) Epitelial.
b) Muscular.
c) Adiposo.
d) Conjuntivo propriamente dito.

10) O tecido adiposo é um tipo especial de conjuntivo. Cite as suas funções.

Gabarito:

1) D    2) B    3) A    4) C    5) E    6) E    7) D    8) A    9) C    10) armazenamento de gordura que serve como reserva energética do organismo, mas também pode atuar como isolante térmico, (ajudando na manutenção da temperatura do corpo) e como proteção contra choques mecânicos, posicionando-se entre a pele e os órgãos internos.

Um comentário:

  1. como uma rapadura na neve, simples e complexa !

    ResponderExcluir