sexta-feira, 17 de maio de 2013

Concordância verbal - resumo (com questões)

Concordância verbal regras e exercícios

Concordância é o modo pelo qual as palavras alteram suas terminações para se acomodarem a outras palavras.
A concordância verbal trata das alterações do verbo, para se acomodar ao seu sujeito.

Como regra geral o verbo concorda com o seu sujeito em pessoa e número:
Ex: As meninas  comeram  muito doces.
   sujeito: 3ª pessoa   verbo: 3ª pessoa
           do plural
                do plural

Certas situações de concordância verbal provocam dúvidas. Vejamos as principais:

# Sujeito composto:
- Anteposto: nesse caso o verbo vai para o plural.
Ex: A falta de dinheiro e a greve dos bancos confirmaram o caos.

- Posposto: o verbo fica no plural ou concorda com o elemento que estiver mais próximo.
Ex: Passarão       o céu e a terra.
      verbo: plural      sujeito composto
     Passará           o céu e a terra.
     verbo: singular      sujeito composto
concordando com céu


- Elementos identificados semanticamente: quando os núcleos do sujeito são palavras que pertencem ao mesmo grupo significativo o verbo fica no singular.
Ex: Alegria e felicidade nos acompanha constantemente.
       núcleos sinônimos                 verbo singular

- Com elementos ligados por ou:
• Se a conjunção cria relação de exclusividade, o verbo fica no singular.
Ex: José ou João será eleito presidente.

• Se a conjunção não cria relação de exclusividade, o verbo vai para o plural.
Ex: Correr ou nadar exigem bom preparo físico.


# Quando há gradação entre os núcleos
- O
 verbo pode concordar com todos os núcleos (lógica) ou apenas com o núcleo mais próximo.

Ex.: Uma palavra, um gesto, um olhar bastavam./ Uma palavra, um gesto, um olhar bastava.

- Com as expressões um e outro / nem um nem outro, o verbo pode ficar no singular ou plural.
Ex: Nem um nem outro dormiu./Nem um nem outro dormiram.

Um e outro já veio./ Um e outro já vieram.

As expressões um ou outro ou nem um nem outro admitem o verbo no singular.


Um ou outro teria de digitar o relatório.
Nem uma nem outra respondeu acertadamente à questão.

# Verbo com o pronome apassivador se.
O verbo acompanhado pelo pronome apassivador se, concorda normalmente com o sujeito.
Ex: Vendem-se tapiocas fresquinhas.
Vende-se uma casa na praia.

# Verbo com índice de indeterminação do sujeito.
Quando o verbo é acompanhado pelo índice de indeterminação do sujeito esse fica na 3ª pessoa do singular.
Ex:Precisa-se de secretárias./ Confia-se em pessoas honestas.
# Pronome de tratamento

Quando o sujeito é um pronome de tratamento, o verbo vai sempre para a 3ª pessoa (singular ou plural).
Ex: Vossa Alteza       atendeu ao nosso pedido. 
      Vossas Altezas   atenderam ao nosso pedido.

# Coletivo 

Se o sujeito for um coletivo do singular seguindo de um complemento no plural, o verbo pode ir para o plural ou permanecer no singular:

A série de notas fiscais referentes ao pagamento das mercadorias adquiridas no mês de março próximo passado está sendo enviada a V.Sa. através de nosso representante.

A série de notas fiscais está...
O conjunto de duplicatas é...
O número de papéis e documentos é inferior...
A multidão foi levada...
A maioria das notas fiscais é tirada no computador.

Há casos, porém, em que o redator percebe a fraqueza gramatical diante da ideia que quer transmitir:

A maior parte dos executivos leem jornais pela manhã.

Um coletivo geral determina que o verbo permaneça no singular:

O povo queria eleições diretas para presidência da República.

A multidão gritou pelo rádio.


A tendência hoje é pela concordância com a expressão utilizada. Da mesma forma, uma expressão partitiva tanto pode levar o verbo para o plural, como admitir o uso do singular:

A maior parte dos funcionários conseguiu/conseguiram um aumento
Uma porção de notas promissórias vence próxima semana.

A maioria dos alunos foi/foram à excursão


Há outras expressões cujo procedimento quanto ao uso de singular e plural é semelhante; são elas: uma porção de, o grosso de, o resto de.

# Porcentagem
- O verbo concorda com o sujeito quando esse é um número expresso em porcentagem, sem especificação.
Ex: Um por cento  não compareceu à aula.
     Noventa por cento  não compareceram à aula.

- Quando o sujeito vem especificado o verbo concorda com esse:
Ex: Dois por cento dos alunos não compareceram à aula.
      Dez por cento do alunado está em dia com as mensalidades.

Há situações em que o número percentual é considerado:

a) O partitivo se apresenta antes da porcentagem.
Ex: Dos alunos, dez por cento estão em dia com as mensalidades.

b) Quando o verbo se apresenta antes da porcentagem.
Ex: Não compareceu um por cento dos alunos.

c) Quando a porcentagem vem determinada:
Ex: Aqueles vinte por cento do Senado não votaram.

# Nomes usados só no plural

Quando o sujeito é constituído por nomes próprios que só têm plural, o verbo fica no plural se esse nome vier precedido de artigo plural, caso contrário, fica no singular.
Ex: Campinas fica no Estado de São Paulo.
     Os Estados Unidos lideram o movimento.


O sujeito é o pronome relativo "quem"  

O verbo pode ficar na 3ª pessoa do singular ou concordar com o antecedente do pronome.

Ex.: Fui eu quem derramou o café./ Fui eu quem derramei o café.



O sujeito é o pronome relativo "que" 

 O verbo concorda com o antecedente do pronome.

Ex.: Fui eu que derramei o café./ Fomos nós que derramamos o café.


# Sujeito com o verbo no infinitivo

As secretárias parece terem gostado do estagiário.
As secretárias parecem ter gostado do estagiário.

É indiferente gramaticalmente o uso do singular ou do plural. A diferença é semântica e estilística. Estilisticamente, o emprego do verbo parecer no singular entorpece a construção, tira-lhe a graça, tornado-a rasa e artificial. Quando se diz "as secretárias... ter" a frase ganha mais vida e intensidade afetiva.

# Sujeito com o verbo pronominal

Exs: Não se pode realizar esses projetos.
Não se podem realizar esses projetos.

No primeiro casa chama-se a atenção para a ação: realizar, ou seja, "não é possível realizar esses projetos". No segundo, em virtude da concordância, a atenção concentra-se em projetos. Gramaticalmente, pode-se considerar realizar como sujeito e projetos como objeto e pode-se também considerar projetos como sujeito e então o verbo vai para o plural. Em geral prefere-se a concordância no plural.

# Sujeitos de pessoas gramaticais diferentes

Se houver dois ou mais sujeitos de pessoas gramaticais diferentes, o verbo irá para o plural, concordando com a pessoa que tem precedência na ordem gramatical.

Eu e tu=nós
Eu e ele=nós
Eu, tu e ele=nós
Tu e ele=vós
Você e ela=eles

Marcio e tu fizestes o que havia sido recomendado?
Eu e tu estivemos a semana toda trabalhando, e agora não há o que reclamar.
Tu e eu sairemos da sala.
Eu e o vendedor fizemos um acordo.
Tu e o diretor já conhecíeis a política da empresa.
Você e a secretária não sabiam que decisão tomar?

Portanto o verbo vai para a 1ª pessoa do plural se entre os sujeitos houver um da 1ª pessoa. Irá para a 2ª pessoa do plural se, não havendo sujeito da 1ª pessoa, houver um da 2ª. Somente irá para a 3ª pessoa do plural se os sujeitos forem da 3ª pessoa.


# Sujeitos ligados por com

Regra geral, o verbo vai para o plural quando a ideia que se quer transmitir é de soma:

O chefe da seção com o gerente recorreram a argumentos de força para estimular seus funcionário.

Se desejar realçar um dos elementos, o verbo poderá ficar no singular.
O office-boy, com todos os jovens da empresa, resolveu formar um time de basquete.


# Sujeito constituído por cerca de, mais de, menos de

Sujeito constituído por expressões que indicam quantidade aproximada determina que a concordância se faça com o complemento dessas expressões:

Exs: Cerca de mil alunos adquiriam os livros.
Menos de cinco pessoas entraram na loja.

A expressão mais de um determina o verbo no singular:

Ex: Mais de um aluno faltou à aula.

Se essas expressões se repetirem, o verbo irá para o plural.

Ex: Mais de um aluno, mais de um professor não apareceram na escola hoje.


# Sujeito expresso por horas

Se aparecer na frase a palavra relógio como sujeito, o verbo ficará no singular:

Ex: O relógio deu 19 horas.

O verbo dar deve concordar regularmente com o sujeito expresso:

Exs: Deram 14 horas no relógio da praça.
        Iam dar 19 horas, quando o diretor reuniu todos os gerentes.

# Concordância com o verbo "ser"

Se o sujeito do verbo ser ou parecer for constituído pelos pronomes: isto, isso, aquilo, tudo e o predicativo estiver no plural, o verbo irá para o plural:

Exs: Isto são ossos duros de roer.
       Aquilo pareciam-me bisbilhotices...
     Eram tudo falcatruas de profissional incompetente.

a) Se o sujeito designar pessoa, o verbo concordará com ele:

Exs: Ela era as alegrias da casa.
        Jaime foi os terrores de seu bairro.

b) Se o sujeito é constituído de um substantivo e o verbo ser vem seguido de pronome pessoal, o verbo concordará com o pronome:

Exs: Os funcionários mais aplicados somos nós.
      Os maiores diretores sois vós.
      Os verdadeiros profissionais são eles.

c) Nas orações interrogativas com utilização de quem, o verbo concorda com o substantivo ou pronome que lhe segue:

Quem são os profissionais dessa organização?
Quem és tu?
Quem sós vós?


d) Em indicações de horas, datas, tempo, distância 

A concordância será feita com a expressão numérica:

São dez horas.
É uma hora.


e) Nas locuções: é pouco, é muito, é mais de, é menos de, junto a especificações de preço, peso, quantidade, distância e etc., o verbo fica sempre no singular.

Cento e trinta é pouco.
Duzentos metros é muito.


f) Nas expressões do tipo: ser preciso, ser necessário, ser bom, o verbo e o adjetivo pode ficar invariável (verbo na 3ª pessoa do singular e adjetivo no masculino singular) ou concordar com o sujeito posposto.

É necessário aqueles materiais.
São necessários aqueles materiais.



g) Na expressão: é que, usada como expletivo, se o sujeito da oração não aparecer entre o verbo “ser” e o “que”, ficará invariável. Se aparecer, o verbo concordará com o sujeito.

Eles é que sempre chegam atrasados.
São eles que sempre chegam atrasados.

# O Sujeito é um pronome interrogativo, demonstrativo ou indefinido plural

Se o sujeito for constituído pelos pronomes indicados, o verbo pode permanecer na 3ª pessoa do plural ou concordar com o pronome pessoal que indica o todo:

Quantos, entre os empregados, estariam dispostos a participar dos festejos?
Quantos, entre vós, estaríeis dispostos...

Se o interrogativo estiver no singular, o verbo ficará no singular.
 Nas orações interrogativas que utilizam quem ou o que, faz-se a concordância com o substantivo ou pronome que vier depois do verbo:

Quem são os alunos?
Quem és tu, ó Filomena?
Quem sois vós que tanto me apressas?
Que será isso que aconteceu?
O que são estragos, defeitos?


# Sujeito composto + palavra que os resuma

Se o sujeito for composto e houver palavras que os resuma, o verbo concordará com esta palavra.

Relatório, correspondências, memorandos nada o levava a tomar uma atitude diferente.
Clientes, fornecedores de serviços, vendedores, ninguém queria visitá-lo durante a semana Santa.
Os pedidos, as súplicas, o desespero, nada o comoveu.



Verbos impessoais

São aqueles que não possuem sujeito. Portanto, ficarão sempre na 3ª pessoa do singular.

Havia sérios problemas na cidade.
Fazia vinte anos que ela havia parado de dirigir.
Deve haver sérios problemas na cidade.
Vai fazer vinte anos que ela parou de dirigir.

Dicas:
Os verbos auxiliares (deve, vai) acompanham os verbos principais.
O verbo existir não é impessoal. Veja:

Existem sérios problemas na cidade.
Devem existir sérios problemas na cidade.

A locução "Haja Vista"

A locução “haja vista” admite duas construções. A expressão fica invariável ou o verbo haver pode variar (desde que não seguido de preposição), considerando-se o termo seguinte como sujeito.

Haja vista as lições dadas por ele.
Haja vista aos fatos explicados por esta teoria.
Hajam vista os exemplos de sua dedicação.

OBS: “Haja visto” só existe como forma verbal quando equivalente a “tenha visto”:
O caseiro poderá testemunhar caso ele realmente haja visto o crime.

A expressão "Em que Pese"

Na expressão “em que pese”, o verbo “pesar” permanece invariável quando se tratar de pessoa ou concorda com o sujeito quando se tratar de coisa.

Em que pese aos governistas, votaremos contra.  
Em que pesem as suas contradições, a melhor tese ainda é a dele.

O Verbo "Parecer"

Em orações desenvolvidas, o verbo parecer fica no singular.

As paredes parece que têm ouvidos.
(Parece que as paredes têm ouvidos.)

Quando seguido de infinitivo, admite duas concordâncias:
a) O verbo parecer varia e não se flexiona o infinitivo.
Alguns colegas pareciam chorar naquele momento.

b) O verbo parecer não varia e o infinitivo sofre flexão.
Alguns colegas parecia chorarem naquele momento.

OBS: A primeira construção é considerada corrente, enquanto a segunda, literária.


Fontes: algosobre.com.br
             mundoeducação.com

Questões de vestibulares e concursos sobre concordância verbal

1) (Cesgranrio-RJ) – Tendo em vista as regras de concordância, assinale a opção em que a forma verbal está errada:


a) Existem na atualidade diferentes tipos de inseticidas prejudiciais à saúde do homem.
b) Podem provocar sérias lesões hepáticas, os defensivos agrícolas à base de DDT.
c) Faltam aos países subdesenvolvidos uma legislação mais rigorosa sobre os agrotóxicos.
d) Persistem por muito tempo no meio ambiente os efeitos nocivos dos inseticidas clorados.
e) Possuem elevado grau de toxidade os defensivos do tipo fosforado.

2) (UB-MG) – Nas duas margens, ………. relva abundante; contudo, lá onde ………. ervas perigosas, no matagal, é que ………. os bois e os cavalos.

a) crescem – existem – pastavam.
b) cresce – existem – pastavam.
c) cresce – existe – pastava.
d) cresce – existe – pastavam.
e) crescem – existe – pastava.

3) Assinale a alternativa que, na sequência, completa corretamente as orações seguintes:

I - Isto _______ migalhas.
II - Nossa vida ________ loucuras.
III - Vocês ________ meu castigo.
IV - As cores vermelha e negra ________ a marca do brasão.
V - Hoje ________ doze de janeiro.

a) são, eram, serão, eram, são
b) é, eram, serão, era, é
c) são, era, serão, era, são
d) é, eram, serão, eram, são.

4) Assinale a alternativa cuja concordância verbal NÃO está de acordo com o padrão culto:

a) Menino, falaram-me mal de você.
b) Haviam muitas crianças no parque ontem.
c) Embaixo das pedras há muitas lagartas.
d) Naquela casa, dorme-se de dia e trabalha-se à noite.

5) Qual a alternativa em que a concordância está errada:

a) Precisa-se de empregados.
b) Precisam-se de empregados.
c) Vendem-se refrigerantes.
d) Consertam-se pianos de cauda.
e) Compram-se jornais velhos.

6) O programa será cancelado, ______ as dificuldades surgidas.

a) hajam vista.
b) hajam vistas.
c) haja visto.
d) haja vistas.
e) hajam vistos.

7) Observe a concordância nestas frases:

1. A sala está meio escura.
2. Eles estavam alerta.
3. Quando bate seis horas, eles vem acender as luzes.

a) Somente a frase 1 está correta.
b) Somente a frase 2 está correta.
c) As frases 1 e 2 estão corretas
d) As frases 2 e 3 estão corretas.
e) As frases 1, 2 e 3 estão corretas.

8) (FCC) Assinale a alternativa do exercício em que a concordância verbal está correta.

a) Haviam cooperativas de catadores na cidade de São Paulo.
b) O lixo de casas e condomínios vão para aterros.
c) O tratamento e a destinação corretos do lixo evitaria que 35% deles fosse despejado em aterros.
d) Fazem dois anos que a prefeitura adia a questão do lixo.
e) Somos nós quem paga a conta pelo descaso com a coleta de lixo.

9) (FCC) Assinale a alternativa desse exercício que preenche, corretamente, as lacunas do texto.

A Polícia Civil apreendeu 415,4 quilos de crack __________ em uma casa na Avenida Salim Farah Maluf. No local, também __________ dois quilos de maconha. Um homem de 28 anos e um adolescente de 17 __________ .

a) escondidos … havia … foram detidos
b) escondido … havia … foram detido
c) escondidos … haviam … foi detido
d) escondido … haviam … foram detidos
e) escondidos … havia … foram detido.

10) (DETRAN/RN – 2010 – FGV) Na construção de uma das opções abaixo foi empregada uma forma verbal que segue o mesmo tipo de uso do verbo “haver” em “Há dessas reminiscências que não descansam...” (1º§). Assinale-a:

a) Todos eles hão de sentir o mesmo gosto pela política.
b) Naquela época choveram cartas de apoio à sua candidatura.
c) Faz muitos anos que tudo isso aconteceu.
d) Todos os alunos haviam estudado muito para aquela prova.
e) Os homens fizeram um abaixo-assinado para resolver o problema.

11) (CREMESP – 2011 - VUNESP)  Leia as frases.

I. Não devem haver excessos no uso de agrotóxicos.
II. Consomem-se muitos alimentos com agrotóxicos.
III. A Anvisa está meia preocupada com o uso de agrotóxicos.

Está(ao) correta(s), quanto à concordância verbal e nominal, apenas a(s) frase(s)

a) I.
b) II.
c) III.
d) I e II.
e) II e III.

12) (TRT/16ª REGIÃO – FCC) As normas de concordância verbal estão plenamente respeitadas na construção da seguinte frase:

a) Diferentemente do que ocorre com livros muito antigos, que se vêm revelando muito resistentes, os de hoje ressentem-se do uso constante.
b) Caso deixassem de haver as grandes bibliotecas de hoje, é possível que os homens do futuro não pudessem interpretar plenamente a nossa cultura.
c) Confia-se a um suporte eletrônico incontáveis informações, mas não se podem avaliar com segurança quanto tempo permanecerão disponíveis.
d) Ainda que só venha a restar da nossa época algumas boas bibliotecas, elas serão suficientes para dar notícia do que pensamos e criamos.
e) Atribuem-se a picos de tensão ou raios ocasionais a causa de muita perda de informações, que se julgavam preservadas numa memória eletrônica.

13) (MP/RS – 2010 – FCC) A concordância verbal e nominal está inteiramente correta em:

a) A redução da emissão de partículas poluentes pelo escapamento dos carros é uma das metas que devem ser atingidas pelos órgãos responsáveis pela organização do trânsito nas grandes cidades.
b) Em cidades maiores, inúmeros moradores, para fugir da violência e do estresse urbano, se mudou para condomínios fechados próximos e passou a depender de carro para seus deslocamentos.
c) O planejamento urbano das grandes e médias cidades nem sempre acompanharam os deslocamentos de grandes contingentes da população, que depende de transporte coletivo para ir e vir do trabalho diariamente.
d) O número de automóveis nos países desenvolvidos costumam ser mais elevados, mas nessas cidades existe bons sistemas de transporte coletivo e as pessoas usam seus carros apenas para viagens e passeios de fins de semana.
e) No caso das regiões metropolitanas brasileiras, é necessário os investimentos na expansão de sistemas integrados de transporte coletivo, para desestimular o uso de veículos particulares no dia a dia das cidades.

14) (TJ/SP – 2010 – VUNESP) Assinale a alternativa de concordância que pode ser considerada correta como variante da frase do texto – A maioria considera aceitável que um convidado chegue mais de duas horas ...

a) A maioria dos cariocas consideram aceitável que um convidado chegue mais de duas horas...
b) A maioria dos cariocas considera aceitáveis que um convidado chegue mais de duas horas...
c) As maiorias dos cariocas considera aceitáveis que um convidado chegue mais de duas horas...
d) As maiorias dos cariocas consideram aceitáveis que um convidado chegue mais de duas horas...
e) As maiorias dos cariocas consideram aceitável que um convidado cheguem mais de duas horas...

15) (IBGE) Indique a opção correta, no que se refere à concordância verbal, de acordo com a norma culta:

a) Haviam muitos candidatos esperando a hora da prova.
b) Choveu pedaços de granizo na serra gaúcha.
c) Faz muitos anos que a equipe do IBGE não vem aqui.
d) Bateu três horas quando o entrevistador chegou.
e) Fui eu que abriu a porta para o agente do censo.

16) (IBGE) Assinale a opção em que há concordância inadequada:

a) A maioria dos estudiosos acha difícil uma solução para o problema.
b) A maioria dos conflitos foram resolvidos.
c) Deve haver bons motivos para a sua recusa.
d) De casa à escola é três quilômetros.
e) Nem uma nem outra questão é difícil.

17) (BB) Verbo deve ir para o plural:

a) Organizou-se em grupos de quatro.
b) Atendeu-se a todos os clientes.
c) Faltava um banco e uma cadeira.
d) Pintou-se as paredes de verde.
e) Já faz mais de dez anos que o vi.

18) (BB) Opção correta:

a) Há de ser corrigidos os erros
b) Hão de ser corrigidos os erros
c) Hão de serem corrigidos os erros
d) Há de ser corrigidos os erros
e) Há de serem corrigidos os erros.

19) (MACK) Indique a alternativa em que há erro:

a) Os fatos falam por si sós.
b) A casa estava meio desleixada.
c) Os livros estão custando cada vez mais caro.
d) Seus apartes eram sempre o mais pertinentes possíveis.
e) Era a mim mesma que ele se referia, disse a moça.

20) (CESGRANRIO) Há erro de concordância em:

a) atos e coisas más
b) dificuldades e obstáculo intransponível
c) cercas e trilhos abandonados
d) fazendas e engenho prósperas
e) serraria e estábulo conservados.

21) As normas de concordância verbal encontram-se plenamente observadas na frase:

a) Apenas se submetem às condições de baixa remuneração e falta de garantias trabalhistas quem não tem acesso às vantagens de um emprego formal.
b) Incluem-se entre as tantas vantagens que proporcionam o trabalho assalariado a pensão para os que se acidentam e o seguro para os que perdem o emprego.
c) Não deveria causar espanto a ninguém, com um crescimento econômico anual em torno de 7%, os índices de redução da informalidade, no ciclo da industrialização nacional.
d) Acredita-se serem possíveis que as atividades laborais do mercado informal possam, num certo momento, propiciar a transição para o emprego assalariado formal.
e) Caso não os afetasse a redução do desenvolvimento econômico, nos últimos anos, seriam outros os índices de ocupação de postos de trabalho formal no Brasil.

22) (OAB-DF) Estão plenamente respeitadas as normas de concordância verbal na frase:

a) É muito difícil que se cumpra os propósitos que, invariavelmente, se formula a cada início de ano.
b) Enredam-se nas tramas das próprias memórias todo aquele que não busca abrir, para si mesmo, novos tempos e novas experiências.
c) A cada vez que dá impulso a uma nova cadeia de acontecimentos, os homens se tornam autores de seu próprio destino.
Resposta incorreta. A alternativa (e) é a correta.
d) Não deveriam caber às pessoas tomar suas próprias iniciativas, em vez de se submeterem à força do acaso?
e) Aos que não submete a força imperiosa das experiências passadas estende-se a possibilidade de abrir novos tempos.

23) (TRE-SP-2008) Da timidez * Atriz de TV muito extrovertida, identificada pela maquiagem e roupas extravagantes. (Luís Fernando Veríssimo, Comédias para se ler na escola) As normas de concordância verbal estão plenamente respeitadas em:

a) Costumam haver nas pessoas extrovertidas traços marcantes de timidez.
b) Não se devem imputar aos muito tímidos a culpa por sua notoriedade.
c) Não deixam de ocorrer a um tímido as vantagens de sua timidez.
d) Interessam a certos extrovertidos encobrir aspectos de sua timidez.
e) O fato de serem tímidas não impossibilitam as pessoas de serem notadas.

24) (TCE-SE Subprocurador - 2002) As normas de concordância verbal estão inteiramente observadas na frase:

a) Aos nossos corações não parecem de todo aceitável que se elejam apenas os critérios racionais para se determinarem o que é central nas coisas.
b) Seja um berço, uma fonte de água pura, uma paixão, instituem tudo isso centros dinâmicos dos nosso interesses e das nossas necessidades.
c) Não houvessem duas formas de determinar o centro das coisas, não haveria como opor as razões de um astrônomo às razões de um poeta.
d) Não nos espante que as razões do filósofo para negar a existência de Deus estejam na base de sua atração pelos dons da natureza, que o sensibilizam.
e) Para muitos físicos modernos, não deixa de fazer sentido os diferentes critérios que se leva em conta para se definir o que seja "o centro."

25) (TCU- 99) A concordância verbal está plenamente respeitada na frase:

a) O enfoque nas soluções únicas dos problemas que enfrentamos empobrecem, quase sempre, a qualidade mesma do raciocínio.
b) São as possibilidades de enfoques alternativos o que importam nas operações que levam a soluções múltiplas.
c) Tanto na leitura como na escrita, levem-se em conta as variáveis de interpretação, que aprofundam o sentido do texto.
d) Construir prédios escolares não implicam mais do que acréscimos de espaço material para as atividades de ensino.
e) Admitir as imprecisões e as ambigüidades de forma alguma constituem, para o autor, qualquer entrave para os caminhos de raciocínio.

26) (TCE/RN - Inspetor externo) A concordância verbal estabelece-se plena e adequadamente em:

a) Para que o cumprimento de todos os princípios fundamentais seja garantido, devem especificar-se as sanções.
b) No caso de que se infrinja as normas e os princípios, hão de se lançar mão das sanções correspondentes.
c) Constituem um dos exemplos de delitos vantajosos o caso em que o detentor de um poder abuse de sua autoridade.
d) Não houvesse sido criadas quaisquer regras de convívio, estaríamos todos vivendo sob o comando de nossos instintos mais primitivos.
e) O que nos mandamentos de Moisés se impõem como um dos princípios fundamentais é a necessidade de reconhecimento dos nossos limites.

27) (FUVEST) Complete as frases abaixo com as formas corretas dos verbos indicados entre parênteses.

a) Quando eu _________________ os livros, nunca mais os emprestarei. (reaver)
b) Os alienados sempre ______________ neutros. (manter-se)
c) As provas que _____________ mais erros seriam comentadas. (conter)
d) Quando ele _________________ uma canção de paz, poderá descansar. (compor)

28) (FGV) Nas questões abaixo, ocorrem espaços vazios. Para preenchê-los, escolha um dos seguintes verbos: fazer, transpor, deter, ir. Utilize a forma verbal mais adequada. 

1) Se _______________ dias frios no inverno, talvez as coisas fossem diferentes.
2) Quando o cavalo ________________ todos os obstáculos, a corrida terminará.
3) Se o cavalo _______________ mais facilmente os obstáculos, alcançaria com mais folga a linha de chegada.
4) Se a equipe econômica não se __________________ nos aspectos regionais e considerar os aspectos globais, a possibilidade de solução será maior.
5) Caso ela ______________ ao jogo amanhã, deverá pagar antecipadamente o ingresso.

29) A única frase que NÃO apresenta desvio em relação à concordância verbal recomendada pela norma culta é:

a) A lista brasileira de sítios arqueológicos, uma vez aceita pela Unesco, aumenta as chances de preservação e sustentação por meio do ecoturismo.
b) Nenhum dos parlamentares que vinham defendendo o colega nos últimos dias inscreveram-se para falar durante os trabalhos de ontem.
c) Segundo a assessoria, o problema do atraso foi resolvido em pouco mais de uma hora, e quem faria conexão para outros Estados foram alojados em hotéis de Campinas.
d) Eles aprendem a andar com bengala longa, o equipamento que os auxilia a ir e vir de onde estiver para onde entender.
e) Mas foram nas montagens do Kirov que ele conquistou fama, especialmente na cena “Reino das Sombras”, o ponto mais alto desse trabalho.

30) (UFRJ) Assinale a opção em que a norma culta da língua admite só uma concordância verbal:

a) A maioria das pessoas, aqui, não sabe do que está falando.
b) Um e outro protestaram contra a derrubada de eucaliptos.
c) Defendiam o meio ambiente a comunidade e o vigário.
d) Não faz falta nenhuma o eucalipto e os cupins.
e) Iam dar seis horas no relógio da praça.
 
31) (PUC) Levando-se em conta a NORMA CULTA da língua, assinale a opção na qual uma das frases apresenta uma concordância verbal INACEITÁVEL.

a) Já é uma hora da tarde. - Já são duas horas da tarde.
b) Deve haver alguma solução para o caso. - Deve haver várias soluções para o caso.
c) Falta um dia para o início das aulas. - Faltam dez dias para o início das aulas.
d) A maioria dos alunos não reclamou do calor. - A maioria dos alunos não reclamaram do calor.

32) (Franciscanas) A relação de verbos que completam, conveniente e respectivamente, as lacunas dos períodos abaixo é:

1- Hoje ------------ 24 de janeiro.
2- Trinta quilômetros ------------muito.
3 – Já -------------uma e vinte.
4 - ------------ ser duas horas.

a) (  ) são – são – eram - devem
b) ( ) é – são – era – deve
c) ( ) é - é – era – devem
d) ( )são – é – era – deve
e) ( )são – é – eram – deve.


33) Demonstre seus conhecimentos linguísticos, explicitando distintos exemplos relacionados a casos cuja concordância verbal se refere ao emprego de verbos impessoais.

34) Complete fazendo a devida concordância do verbo entre parênteses.
  
a- A multidão aglomerada na avenida ________________ o trânsito. (atrapalhava/atrapalhavam)
b- Livros, apostilas, revistas, nada _____________; tudo foi destruído. (escapou/escaparam)
c- O bando de meninas ______________ . (correu/correram)
d- Só _____________ alguns alunos na sala. (havia/haviam)
e- Na Rússia ___________ invernos muito frios. (faz/fazem)
f- O relógio da praça ___________ duas horas. (bateu/bateram)
g- No relógio da sala ____________ onze horas. (deu/deram)
h- Os Estados Unidos _______________ com a anistia. (concordou/concordaram)
i- Manaus __________ uma cidade encantadora. (é/são)
j- ______________-se de mais gente honesta neste país. (precisa / precisam)
k- _______________-se casas nesta vila. (aluga/alugam)
l- _____________ -se relógios. (conserta / consertam)
m- O pessoal _____________ animado. (continua/ continuam)
n- Um bando de andorinhas _____________. (voava/voavam)
o- Naquela época ______________ muitas doenças infecciosas. (havia/haviam)
p- Os melhores pedreiros ______________ ótimos trabalhos. (faz/fazem)
q- ___________ dois meses que não o vejo. (faz/fazem)
r- Lá ______________ muitas mulheres bonitas. (existe/existem)
s – Lá _____________ muitas mulheres bonitas. (havia/haviam)
t- _______ poucos policiais nas ruas. (havia/haviam)

35) (UFMA) Indique a alternativa que preenche adequadamente as lacunas da frase:

“__________ anos que o homem se pergunta: se não ___________ medos, como ______________ esperanças?”

a)    Faz – houvesse – existiriam
b)    Fazem – houvesse – existiriam
c)    Faz – houvesse – existiria
d)    Fazem – houvessem – existiriam
e)    Faz – houvessem – existiria.

36) Se _______________ em consideração as necessidades imediatas da escola, a reforma das instalações _______________ prioridade.

a)   For levado – terão
b)   Forem levada – terá
c)   Forem levadas – terá
d)   For levado – terá
e)  For levada – terão.

37) Assinale a opção correta quanto à concordância verbal:

a)  Vossa Santidade precisais de sérios cuidados médicos.
b) Tempos atrás, viviam-se com mais tranquilidade, embora, talvez, com menos conforto.
c)   Ainda não se discutiram todas as questões levantadas pelo grupo.
d)   Tratavam-se de comentários infundados.
e)   Podem haver novas promoções visando à construção da nova ala do hospital.

38) (FCC) As normas de concordância verbal estão plenamente observadas na frase:

a) A repercussão daquelas alterações curriculares em várias escolas americanas manifestaram-se, no Brasil, como tímidos protestos.
b) Devem-se concluir da frequência e da quantidade de mensagens emitidas por celular que os jovens americanos estão escrevendo como nunca.
c) Segundo alguns especialistas, reserva-se às crianças que deixarem de aprender a letra cursiva indesejáveis surpresas quanto ao desempenho cognitivo.
d) Não se imagine que ocorram, com o fim dos exercícios de caligrafia, segundo Roberto Lent, quaisquer ônus ao desempenho biológico de grupos neuronais.
e) A alternativa entre retornar à caligrafia ou esquecê-la para sempre podem parecer drásticas, mas é o que se impõe no momento de definição dos currículos escolares.

39) (Of.Just./SP) Encontre a alternativa que apresenta erro de concordância do verbo SER: 

a) Da cidade à ilha é uma hora e quarenta minutos. 
b) Amanhã devem ser dez de maio. 
c) Isso são águas passadas. 
d) Dois mais dois é quatro. 
e) Era uma vez oito princesas. 

40) (Escrev.Pol./SP) Indique a alternativa incorreta  quanto à concordância verbal. 

a) Enumeram-se as vezes que os aparelhos eletrônicos se revoltam contra mim. 
b) Deve-se escolher razões para decifrar o que está escrito na brochura que acompanha o forno de microondas. 
c) Quais de nós seremos selecionados como funcionários responsáveis pela Loja Macy's. 
d) Definitivamente, assiste-se a mais uma inútil transformação do homem comum para adaptar-se à tecnologia.

41) (Of.Just./SP) Assinale onde há erro de concordância verbal: 

a) Os 10% do estoque estragaram. 
b) Aqui fazem verões insuportáveis. 
c) Grande parte das lojas fecharam. 
d) Houve dois acidentes nesta rodovia. 
e) Hoje são 2 de maio. 

42) (ICMS/SP) A concordância verbal está correta somente em: 

a) A forma de morte em questão é a seguinte: inicialmente amarra-se as mãos de uma pessoa. 
b) Não ocorre nexos lógicos entre "tom de documentário" e "convenção de novela", por se tratarem de assuntos diferentes. 
c) ... foi o prefeito César Maia quem correu a pregar a solução. 
d) E, no entanto, a lógica da economia de escala – parte da lógica da globalização – manda que se produza e oferte cada vez mais produtos. 
e) A premissa é a de que de uma quantidade menor de línguas decorrerá menos maneiras diferentes de pensar, menos chances para desentendimentos e conflitos.

Gabarito:

1) C  2) B  3) A  4) B  5) B  6) A  7) C  8) E  9) A  10) C  11) B  12) A  13)  A  14) A  15) C
16) D  17) D  18)  B  19) D  20) D  21) E  22)  E  23) C  24) D  25) C  26) A  
27) a) reouver  b) mantêm / mantiveram  c) contivessem   d) compuser  28) 1) fizessem 2) transpuser    3) transpusesse    4) detiver    5) vá   29) A  30) E  31) E  32) E
33)  Verbos que exprimam fenômenos da natureza.

   Nevou em Gramado esta semana.
   Está amanhecendo.

   Verbo haver no sentido de existir e na indicação de tempo decorrido.

  Há candidatos à espera do resultado.
  Há anos que não visito meus familiares.

  Verbo fazer indicando tempo passado e fenômeno da natureza.

  Faz bastante calor nesta região.
  Ele está aqui faz dois meses.

34) a- atrapalhava  b- escapou  c-correu ou correram   d-havia  e-faz   f-bateu  g-deram
h-concordaram  i-é   j- Precisa-se   k- Alugam-se   l- consertam   m-continua   n- voava ou voavam    o-havia   p-fazem  q-faz   r-existem  s-havia  t-havia   35) A  36) C  37) C
38) D  39) D  40) B  41) B  42) C


Nenhum comentário:

Postar um comentário